Bella Ciao !!!

Somos Italo-Brasileiros, aqui estamos para nos encontrar, se és Malacco entre em contato.  Teremos prazer em te conhecer.

cropped-CastelFranco-751x1024

Un italobrasiliano è una persona nata in Brasile con antenati italiani, o un Italiano ivi residente da molti anni. Il Brasile ha oggi la più grande popolazione italiana fuori dell’Italia. Secondo l’ambasciata d’Italia a Brasilia, vivrebbero nel paese circa 25 milioni di italiani o discendenti di immigrati italiani.

“Bella Ciao”

Alla mattina appena alzata, o bella ciao, bella ciao
Bella ciao ciao ciao, alla mattina appena alzata,
devo andare a lavorar!
A lavorare laggiù in risaia, o bella ciao, bella ciao
Bella ciao ciao ciao! A lavorare laggiù in risaia
Sotto il sol che picchia giù!
E tra gli insetti e le zanzare, o bella ciao, bella ciao
Bella ciao ciao ciao, e tra gli insetti e le zanzare,
duro lavoro mi tocca far!
Il capo in piedi col suo bastone, o bella ciao, bella ciao
Bella ciao ciao ciao, il capo in piedi col suo bastone
E noi curve a lavorar!
Lavoro infame, per pochi soldi, o bella ciao bella ciao
Bella ciao ciao ciao, lavoro infame per pochi soldi
E la tua vita a consumar!
Ma verrà il giorno che tutte quante o bella ciao, bella ciao
Bella ciao ciao ciao, ma verrà il giorno che tutte quante
Lavoreremo in libertà!

Tradução em português
De manhã, logo que me levanto, o bela, ciao!
 Devo ir trabalhar! Trabalhar lá no arrozal, bela, ciao,
 Sob o sol que queima a cabeça.
 E entre insetos e mosquitos, o bela, ciao, um duro trabalho devo fazer.
 O capataz em pé com seu bastão, o bela, ciao,
 e nós, encurvadas, a trabalhar!
 Trabalho infame, por pouco dinheiro, o bela, ciao!
 e a consumir a tua vida !
 Mas virá o dia em que todas nós, o bela, ciao, trabalharemos em liberdade.

17 comentários sobre “Bella Ciao !!!”

  1. Bom dia a todos,

    Meu nome é Ricardo Malacco, sou de Belo Horizonte/MG. Minha família tem origem na Itália na comune de Castelfranco (Veneto).
    A imigração da família para o Brasil ocorreu no seculo XIX, sendo as atuais famílias de Malacco de BH descendentes de 2 irmãos Vittorio e Natale Malacco.
    Muitos já conseguiram a cidadania Italiana, entre em contato….

      1. Olá Lais,
        Sou descendente do Natale, sou bisneto de Humberto Malacco, filho do Natale.
        E sim, já tenho a cidadania italiana. Você é descendente do Natale ou do Vittorio ou de outro Malacco?
        Obrigado pelo contato.

          1. Olá Ester, Prazer em lhe conhecer! Aqui no Brasil temos muita vontade de conhecer Malacco que ficaram na Itália. A família Malacco aqui no Brasil é grande. A família é grande ai em Treviso?
            Abraço,
            Ricardo Malacco.

        1. Oi, Ricardo! Infelizmente acabei esquecendo de olhar esse site por muito tempo e não respondi sua pergunta.
          Agora, por meio da Family Tree vim a entrar em contato com seu pai Ivan.
          Mas vai aí minha resposta: Sou bisneta do Natale, neta do Domingos que é o primogênito do Natale. Meu pai é o nelson, quarto filho do Domingos. Ele faleceu muito cedo aos 46 anos, em 1967. Depois disso minha família se mudou para Vitória onde Morava uma irmã da minha mãe. Hoje moro em São José dos Campos/SP onde vim trabalhar. Espero que este grupo continue trocando informações para conhecermos melhor nossas origens. Abraços!

  2. Olá Ricardo!
    Eu sou descendente de Ângelo filho de Giovanni e Maria Nardello de San Martino di Lupari, moro em Como, e neste fim de semana estou no Veneto com uma prima da Austrália completando a árvore genealógica da família

  3. … a família é muito pequena aqui e penso que todoseria os malacco são colegados a uma só raiz daqui…. aqui dos velhos malacco tem um Alessandro de 75 anos filho de Luigi que é filho de Giovanni. Deixo claro tbem que todas as informações que busco é por paixão pela genealogia… seria muito interessante tentar colocar a tua família junto. Estou a disposição.
    Ester

    Ester

  4. Olá Ester,
    Aqui no Brasil, minha mãe é da geração mais velha, tem 76 anos. Ela é neta de Humberto Malacco, que era filho de Natale. E Natale era filho de Domenico. Vou pegar informações com meu pai, ele tem algumas informações mais precisas da genealogia. Vamos conversando.
    Abraço,
    Ricardo.

  5. Ester

    Ester
    Boa tarde, ou boa noite, sei lá?
    Sou pai do Ricardo Malacco e possuo em meu PC muitas informações sobre a família Malacco, a qual pertence minha esposa e nossos filhos, e, naturalmente eu. Tenho também diversos apanhados de informações genealógicas de Malacco, sem um encadeamento lógico genealógico. São ramos esparsos de famílias e que se comunicam entre si mas só os interessados podem informar. Caso queira, posso disponibilizar alguns deles neste ” site”.
    Saudações.

  6. Olá Ricardo e Ivan,
    Que legal !!!! Ricardo estarei no Brasil nos meses de julho e agosto… quem sabe podemos nos conhecer…..
    Ivan seria ótimo unir nossas informações!! Eu tenho tbem muita coisa que recolhi sobre a família, algumas fui pessoalmente e outras com essa prima da Austrália…. ela é decendente tbem de Domenico como nós. Eu tenho algo do Pasquale. Se quiser me mande uma mail que podemos trocar informações. O meu é estermalaco@hotmail.com.
    Un abbraccio a tutti da Italia.

    Ester

    1. Oi, Ester!
      Continuo escrevendo na esperança de você voltar a publicar aqui.
      Você disse que tem algo sobre Pascoale (Pasquale). Queria saber a data de nascimento dele. Pelo que sei, foi o único dos filhos de Domenico Malacco e Rosa Bragagnolo que não emigrou.
      Seus ascendentes, filhos de Giovanni Malacco e Maria Nardello, também emigraram para o Brasil, não foi?
      Tenho a seguinte informação: Angelo (02/08/1865) e Antonio ( 23/05/1848), este último casado com Catherina Franceschi (1852+-) e seus 3 filhos Giuseppe (27/04/1877), Giacinto (30/04/1879) e Giovanni* (01/09/1884) chegaram ao Brasil pelo Porto de Santos em 19/03/1888.
      Pergunta: Eles depois voltaram para a Itália?
      Minha dúvida é porque você escreveu que ainda está vivo Alessandro (75anos) filho de Luigi e neto de Giovanni* que mora na região de Castelfranco. E você também descende do Giovanni, irmão do Natale e do Vittorio, não é?

  7. Olá eu sou a Nathalia, neta de Maria Auxiliadora Malacco que é neta de Natale Malacco e filha de Bernardo Malacco, filho do segundo casamento.

    Minha avó é neta também de Domênico Di Santi e Ginevra Baggio, naturais de San Martin de Lupparo ( acredito que se escreva assim).

    Meu face é Nathalia Linari poderíamos nos add para trocarmos fotos.

    Beijos!

      1. Olá Nathalia, conheço sua avó, minha mãe é muita amiga dela e de seu tio José.
        Estou preparando algumas fotos antigas. Segundo informações de minha mãe, sua avó Maria tem algumas fotos antigas do Natale.
        Estamos querendo fazer um álbum dos “antigos”, como diria minha mãe. Pretendo juntar estas fotos e a árvore genealógica para enviarmos para a Ester na Itália.
        Abraço a todos ai….

  8. Olá pessoal!
    Ester, o Giovanni que você fala não é irmão do Natale e do Vittorio?
    A informação que tenho é que Domenico Malacco e Rosa Bragagnolo tiveram 9 filhos:
    1) Pascoale (ficou na Itália)
    2) Antonio (veio para o Brasil em 1895 com os pais aos 22 anos)
    3) Aurélio (não tenho informações)
    4) Marietta (casou-se com Romano Damiceto e tiveram 2 filhas: Mansueta e Fani)
    5) Giovanni (casou-se com Maria mas não sabemos se tiveram filhos)
    6) Natale (veio para o Brasil em 1892(?), casou-se com Maria Trevisan e tiveram 2 filhos: Domingos* e Humberto. Natale ficou viúvo e casou-se novamente com Bernardina Ferreira e tiveram 3 filhos: Rosa, Maria Ignácia e Bernardo todos os 5 filhos de sobrenome Malacco)
    7) Luigia (veio para o Brasil aos 31 anos já casada com Angelo Stangherlin de 32 anos e com os filhos Adele* de 2 anos e Antonio de 1 ano. Tiveram outros filhos: Maria, Luiz e João, todos de sobrenome Stangherlin)
    8) Amelia (veio para o Brasil com os pais em 1895 aos 18 anos. Casou-se com Antonio Mies e tiveram 4 filhos: Iria, Maria, Humberto e Atílio que devem ter o sobrenome do pai, Mies)
    9) Vittorio (veio para o Brasil em 1888, casou-se com Emilia Saretta e tiveram 7 filhos: Adélia, Maria das Mercês, Rosa, Pedro, Romano, Vittorio Filho e Emilio Raimundo todos de sobrenome Malacco).

    Os dois primos Domingos* e Adele* se casaram e tiveram 10 filhos: Helena (1913), Elza (1915), Anair (1918), Nelson* (1920), Ari (1923), Dayse (1926), Oldarcy (1928), Edson (1930), Elvézio (1933) e Fabiano (1936).
    Eu sou filha de Nelson e tenho um irmão e uma irmã.

    Confere, primos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *